Outro

Rolo de cristal

Rolo de cristal



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Coloque os 80 g de açúcar caramelizado. Adicione as amêndoas. Vestido com caramelo, em seguida, despeje a composição em um prato untado com manteiga. Deixe esfriar e pique o robô finamente.

Separe os ovos para a bancada. Bata as claras em neve com uma pitada de sal e 3 colheres de açúcar.

Esfregue as gemas com o restante do açúcar.

Combine as duas composições e, em seguida, acrescente a farinha peneirada com o pó do pudim.

Despeje a composição na bandeja de 25/35 cm forrada com papel manteiga.

Asse no fogo certo por 15-20 minutos.

Quando estiver pronto, deixe esfriar por alguns minutos, depois retire do papel manteiga e enrole.

O leite frio é misturado com o creme em pó, no qual são adicionadas as essências (a gosto) e o praliné de amêndoa.

Desenrole, unte com creme, role para trás e leve à geladeira por 1 hora.

Enfeite com esmalte aquecido conforme indicado na embalagem.

Bom apetite!


Girassol, azeite ou óleo de palma na oferta Kaufland

Um grampo que você não deve perder é óleo. Assim, convidamo-lo a entrar na loja para conhecer o nosso sortido de azeites, onde o aguardamos com preços vantajosos. Temos um sortimento variado, desde óleo de girassol até óleo de coco. Além disso, na oferta do distrito dedicado, você encontrará os seguintes tipos de óleo:

  • Óleo de colza
  • Azeite
  • azeite de dendê
  • Óleo de gergelim
  • Óleo de semente de uva
  • Óleo de noz
  • Óleo de amendoim

Você sabia que pode fazer em casa? óleo aromatizado só serve para saladas? Experimente uma das três opções de azeite com sabor: limão e tomilho, alho e pimenta ou alecrim. É importante saber que uma colher de sopa de óleo tem cerca de 100 calorias, por isso tome cuidado com a quantidade de óleo que você coloca na salada.


Pancetta roll com "batata frita" Receita do Chef Foa

Esmaga as ervas frescas, pelo que os aromas serão mais intensos, graças aos óleos essenciais das plantas.

Misture com a manteiga, até obter uma pasta homogênea que passa bem no pedaço de carne, por todos os lados. Para um sabor melhor, você pode desembrulhar o pãozinho e colocar essa mistura de manteiga aromática por dentro também. Enrole novamente, amarre bem com barbante, polvilhe com sal marinho e pimenta, polvilhe com vinho branco seco, coloque em uma assadeira coberta e leve ao forno a 150 ° C por 3 horas.

No final, ele descobre o preparo e sobe a temperatura para 220 ° C para dar uma cor avermelhada, sem queimá-lo.

Corte a berinjela em rodelas e cozinhe na panela, na gordura do pãozinho.

Para as batatas fritas de Foa, corte as batatas em rodelas finas e polvilhe com azeite de oliva em que você coloca o alho esmagado e um pouco de sal. Coloque o papel manteiga em uma assadeira e coloque as rodelas de batata. Asse por 10-15 minutos.

Após retirá-los, coloque o queijo parmesão por cima e mexa um pouco, para não esmagá-los, mas para deixar os sabores penetrarem.

Sirva um pedaço de pãozinho com batatas e berinjela e, dependendo do gosto, polvilhe por cima pedaços de pimenta e cebolinha.


A receita do bolo moldavo, também chamado de gata russa

Os feijões russos são bolos grandes, geralmente redondos e altos, sem recheio, que utilizam, entre outros ingredientes, uma grande quantidade de ovos por quilo de farinha.

Qual é o bolo?

Cozonac é um super pão feito de massa levedada, amassado com ovos, leite, gordura (manteiga, banha, óleo), açúcar, especiarias, passas, etc., aos quais são adicionados vários recheios, de acordo com a preferência.

Nenhum dos presentes de Natal se compara a ele.

Cozonac é considerado um bolo tradicional romeno, mas também é uma sobremesa internacional.

Em relação ao bolo romeno, uma grande variedade de receitas é característica. Cada região histórica tem uma receita, assim como cada família tem uma, passada de geração em geração.

1) 100 (cem) gemas de ovos de uma dona de casa, próprias para grandes, só colhidas do ninho se forem muito grandes, colocamos menos que sairiam uns 50 (cinquenta) ovos por quilo de farinha

2) 2 e # 8211 3 kg. de farinha extra, feita de trigo Manitoba ou tipo Herdan, com um índice de alongamento de 400 (ou mais em romeno, de quatro zeros)

3) 2 colheres de chá de sal ralado

4) 170 ml. rum branco (Havana Club)

5) 50 ml. essência de rum duro (que queima a língua, não a água da torneira, que estraga o bolo)

6) uma vagem de baunilha finamente picada

7) 12 pacotes de açúcar de baunilha (ou um pacote grande de 50 gramas)

8) uma noz-moscada, dada apenas no ralador

9) casca ralada de três limões, oleacă mais carnuda

10) casca ralada de uma laranja rechonchuda

11) 750 g. Açúcar refinado, cristal

12) 100 g. Levedura, de muito boa qualidade, quebradiça

13) 600 ml. leite gordo doce (também de um chefe de família), para escaldar 200 g de farinha destinada à coalhada, à qual é adicionado um ovo inteiro

14) 3 copos de manteiga derretida, com o soro removido, mais um por cima (no total, 500 g. De manteiga com o soro removido)

15) 100 e # 8211 120 ml. de azeite fino, de preferência azeite virgem extra

16) graxa para modelar e modelar & # 8211 100 ml.

17) 4 gemas esfregadas com uma colher de sopa de óleo, para untar por cima

18) 600 g. Passas amarelas, embebidas em rum jamaicano e bem escorridas, para conteúdo adicionado

19) 100 g de açúcar granulado ou amêndoas picadas, para polvilhar por cima (antes de colocar no forno)

20) açúcar de confeiteiro para rechear os cozonacs, após retirá-los das bandejas

21) A clara de ovo não é colocada tanto quanto uma colher de chá de omat, pois prejudica a personalidade do bolo e o torna esfarelento.

O custo dos ingredientes para a massa, aproximadamente = 180 lei

  • 1,4 kg. amêndoas de nozes / avelãs / amêndoas, fritas, fritas e moídas
  • 3 colheres de sopa de cacau
  • 8 claras de ovo batidas
  • 600 g de açúcar refinado
  • essência de rum duro (rum Târgoviște) & # 8211 20 ml.
  • casca ralada de dois limões.

O custo dos ingredientes para o recheio, aproximadamente = 60 lei

* Normalmente, as velhas russas são feitas sem recheio.

Ingrediente total = 22 ≈ 8.500 kg. (apenas massa)

  1. Operações preparatórias
  2. Todos os ingredientes são trazidos no dia anterior na sala de trabalho aquecida para atingir a temperatura ambiente.
  3. Os ovos são lavados com água morna, desinfetados com cloramina ou bromoceto, de acordo com as instruções da embalagem, enxaguados com água limpa e escorridos sobre toalha grossa e limpa até secarem (Higiene perfeita, não é brincadeira!).
  4. Limões e laranjas (das não tratadas) são bem lavados com água morna, enxugados e raspados (somente a parte amarela). Coloque o ralador em uma tigela e tampe.
  5. Derreta a manteiga e separe-a do soro ou, quando esfriar, esfregue com uma colher de pau até que saia todo o soro. Por fim, 500 g de manteiga devem ser deixados limpos, sem água.
  6. As passas são embebidas em rum da Jamaica e depois escorridas.
  7. Prepare o recheio com os ingredientes mencionados (se for usado recheio):

Os grãos de noz / avelãs / amêndoas são fritos levemente em um caldeirão. Após o resfriamento, esfregue levemente entre as palmas das mãos para remover a casca do caroço. Eles acabam e moem.

Bata as claras com o açúcar refinado.

O miolo moído é ligeiramente misturado, na ordem, com cacau, essência de rum, casca de limão e clara de ovo até que se obtenha um creme homogêneo, bastante espesso. Cubra e deixe repousar.

III. Técnica de preparação, ou como é feita?

Para a preparação dos cozonacs, devem ser contadas 10 & # 8211 12 horas, e o trabalho começa com a noite na cabeça. Lavamos bem as mãos, fazemos uma grande cruz e colocamos o avental, e na cabeça a touca ou lenço branco com bainha transparente, ou a touca com traça (para mais diversão e clima!), Dependendo do sexo, arregaçamos as mangas além dos cotovelos e começamos a trabalhar.

  1. O bolo é sempre preparado em local aquecido, longe das correntes de ar frio.
  2. Coloque a farinha no líquido (leia-se: gemas de ovo e rum branco!) E não o líquido na farinha, como fazem nossas donas de casa. Usamos farinha apenas para engolir o líquido, nada mais.
  3. Quanto maior o número de ovos por quilo de farinha, menos fermento por quilo de farinha é usado.
  4. Todos os ingredientes devem ser frescos e da mais alta qualidade.
  5. Quando aplicamos esta receita, não podemos dizer que fazemos três ou cinco quilos de bolos, mas usaremos tantos ovos. Quanto mais seca a farinha, mais líquido ela engole.

Quebre os ovos e separe as gemas das claras. A operação é realizada em um recipiente separado. Examine cuidadosamente o conteúdo do ovo partido e, em seguida, separe a clara do ovo da gema e coloque cada parte do componente no seu lugar. É bom ter cuidado, porque um ovo estragado, perdido entre os bons, pode causar estragos ou outros problemas.

As gemas são colocadas na tigela ou na tigela de amassar, e as claras, das quais paramos oito para o recheio (se usarmos recheio), são colocadas em sacos de 0,5 kg. e coloque no freezer. Nós os usamos em outros preparativos, quando a necessidade exige. Coloque o sal nas gemas, mastigue bem e reserve para aguardar.

Algumas donas de casa separam as gemas das claras na noite anterior. Sou contra, pois as gemas ficam em contato com o ar por muitas horas e isso pode levar ao desenvolvimento de microorganismos.

Em uma tigela bem limpa, colocamos um punhado de farinha (cerca de 200 g) que escaldamos com os 600 ml. de leite fervendo. Misture com uma colher de pau grande e bata vigorosamente até que fique como um pomada, sem grumos. Quando esfriar, acrescente o ovo inteiro e o fermento preparado da seguinte maneira: amasse em uma xícara grande e esfregue com duas colheres de açúcar, até ficar como um café com leite. Nós a deixamos respirar um pouco e começar a inchar. Despeje o fermento sobre a pomada, enxágue o copo com duas colheres de leite morno que colocamos sobre a pomada, bata e amasse vigorosamente por alguns minutos. Cubra com uma toalha e coloque a panela em um lugar quente para crescer.

Voltamos à covata ou à bacia com as gemas. Esfregue bem as gemas, acrescente o rum branco e outras especiarias (essência de rum, vagem de baunilha picada, açúcar de baunilha, noz-moscada ralada, casca de limão e laranja) e esfregue sempre e regozije-se com o cheiro bom. Quando o molde crescer, vire-o na incubadora e misture bem até que fique um com as gemas. Aí começamos a colocar a farinha, aos poucos, e vamos mastigando e batendo com a colher, até não podermos mais. Em seguida, amasse com os punhos cerrados, continuando a colocar a farinha, até obter uma massa macia (ou dura) adequada. Quando pensamos que não tem mais farinha, pesamos o que sobrou de 3 kg., Para saber quanto usamos, e colocamos o açúcar e a manteiga de acordo com a proporção: 300 g. De açúcar por quilo de farinha e um copo de manteiga, também por quilo de farinha, mais um, por cima. Depois de entrar a farinha, amasse para a frente, adicionando o açúcar, aos poucos, até terminar. A seguir vamos colocando a manteiga quente e o azeite, aos poucos, virando a massa sempre na mesma parte, para que saiam as tiras ou pás.

O amassamento dura duas horas e algo assim. É um trabalho difícil, mesmo muito difícil. Nem todo mundo é capaz de fazer isso. Você tem que ter muita força. Contratei dois jovens guarda-costas, eles se revezavam para mexer neles, eu os enxugava continuamente com o suor, eles desmaiavam e mal terminavam. Uma mulher não tem o poder de amassar uma massa assim. Não quero assustar ninguém, mas amassando este bolo pode morrer. Deus me livre! A turbulência é terror. A massa tem uma consistência especial, como nunca vimos daqui e a qualidade excepcional do bolo. No momento, não consigo nem pensar em fazer bolos sem ele agitador profissional (cuba mínima de 10 litros) em casa. É caro, mas vale a pena, mas estou doente ou morrendo.

Quando a massa estiver pronta, adicione as passas preparadas conforme mostrado no início. Uma massa de sucesso deve ser pegajosa (mas sem grudar nas mãos), elástica e consistente lóbulo da orelha.

Coloque a massa, em um lugar quente, bem coberto, e deixe por 2 & # 8211 3 horas até que cresça bem, então modele e coloque em dois formatos grandes e altos feitos especialmente para 10 litros cada um, o quanto ele cresce na bandeja. Esse é todo o charme: ver o bolo grande na mesa. Aquele que não tem grandes formas pode colocá-lo no que ele tem. As bandejas são forradas com papel manteiga e preenchidas até a metade com massa trançada. Deixe crescer novamente por mais 50 minutos (cerca de dois terços da frigideira devem subir), durante os quais o forno é aquecido a 180 ° C. Assim que começarem a crescer e dourar, o fogo é desacelerado. (A 170 ° C).

Unte os cozonacos com gema de ovo untada com óleo, polvilhe com amêndoas picadas ou açúcar granulado e, com “Deus!”, Leve ao forno, onde permanecem por uma hora, uma hora e um quarto, no máximo.

Mais complicado é a sua cozedura num forno de tijolo ou pedra, onde é necessária uma pessoa muito habilidosa para queimar o forno e experimentá-lo.

Perto do final do cozimento, experimente com o pau de bambu se eles estão assados ​​ou não. Depois de prontos, são retirados do forno, deixados a aquecer em tabuleiros por mais 20 & # 8211 minutos, depois dos quais são facilmente virados das formas e, estando quentes, polvilhe-se com açúcar de baunilha em pó. Depois de esfriar, nós os embrulhamos em papel manteiga e um guardanapo grosso. Os bolos feitos de acordo com esta receita não devem secar por 3 e # 8211 4 semanas.

Muita atenção! Não enrole durante o manuseio, pois eles estão quentes, pois são deixados.

O bolo moldavo, feito de acordo com esta receita, bate qualquer bolo ou bolo. É alucinante e muito satisfatório, portanto, deve ser consumido com cautela.

Para não balançar muito e deitar na cama, ninguém obriga a comer como um louco ou como um cálice, mas com moderação, apenas um pedaço delicado, aos domingos às quatro ou oito horas. Deve ser servido com vinho branco seco, mais oleacă. Não faria mal nenhum vinho tinto seco.

Do bolo grande aos espinhosos e mesquinhos, feito de acordo com as receitas da internet ou de livros de receitas modernos: “Vocês são da nossa nação? Bolo de pano! / A dona de casa tem vergonha de te chamar de bolo ”.

Esta receita não é tirada de livros, não é inventada. Eu a conheço desde os anos 70, da Sra. Aurelia Daniș (Deus a perdoe!), Ex-professora de trabalhos práticos e domésticos no Liceu Pedagógico de Bârlad. Por sua vez, ele soube por sua sogra, Jenica Daniș, uma grande e rica mulher da Bessarábia, a quem tinha sido comunicado da casa de seus pais, onde era aplicado desde os dias em que toda a Moldávia estava sob Domínio russo.

(Caminhando: No pub de Jenica Daniș havia assados ​​moldavos incomparáveis, assados ​​de mostarda de combinações conhecidas apenas por ela, carne de ruminante e aves, fritos na manteiga & # 8211 uma maravilha! & # 8211 a notícia se espalhou por todo o condado de Tutova e seus arredores. Que horas eram essas! Mas isso é outro chapéu.)

As quantidades da receita inicial eram bem superiores, eram para um lote de bolos assados ​​no forno de pedra construído no quintal, mas reduzi-as proporcionalmente e experimentei várias vezes, para não falhar, até chegar a esta receita .

Cozonacis como esses só eram feitos pelos aldeões com uma mão amiga, e hoje a receita é para quem tem bochecha fina e pele grossa.

Receita recolhida, como disse, nos anos 70, processada e posta em prática várias vezes pelo abaixo assinado, Nicolae Curelea, professora de inglês do High School „M. Eminescu ”de Bârlad, mas punido, ao mesmo tempo, na arte da gastronomia tradicional romena.

Retirado do cadastro de receitas e escrito hoje, 20 de abril, ano da Salvação 2016. Amém!


Uma receita de muito sucesso para o pão-de-ló - macio, fino e fácil de enrolar!

Recomendamos que você se convença de que uma sobremesa caseira pode ser muito fácil de preparar. Apresentamos-lhe a receita de um delicioso rolinho de pão-de-ló, com compota de morango e natas batidas.

A partir de ingredientes bem simples e apenas 15 minutos no forno você obtém um pãozinho delicioso, macio, perfumado e muito apetitoso, que pode ser decorado a gosto.

Ingredientes para Pão de Ló

- 1 colher de chá de fermento em pó (ou 1 colher de chá de bicarbonato de sódio)

Ingredientes para o recheio

Método de preparação

1. Pré-aqueça o forno a 190 ° C.

2. Forre a assadeira com papel.

3. Aqueça o leite e acrescente a manteiga. Mexa e deixe a panela no fogo até que esteja perto de ferver.

4. Bata os ovos com o açúcar, na batedeira, até o volume aumentar três vezes (por cerca de 10 minutos).

5. Peneire a farinha com o amido, o fermento e o sal.

6. Adicione a farinha à mistura de ovos. Misture com uma espátula, mexendo de cima para baixo, sem fazer muito esforço.

7. Adicione algumas colheres de sopa de massa ao leite morno e manteiga e misture.

8. Despeje a mistura de leite na massa. Mexer.

9. Despeje a massa na assadeira e nivele.

10. Asse o pão de ló por 15 minutos. Não seque muito forte.

11. Unte com geleia de morango e cubra com chantilly. Se a geleia for muito espessa, derreta-a no banho de vapor ou no micro-ondas.


Rolo simples com geléia

Misture com uma espátula flexível até ficar homogêneo.

Despeje e nivele a composição na bandeja do forno forrada com papel manteiga.

Asse por 13-15 minutos a 180 graus.

Polvilhe açúcar de confeiteiro na superfície da bancada e depois enrole.

Embrulhe o rolo em filme plástico e reserve por 30 minutos.

Desembrulhe o papel alumínio e enrole a bancada. Desenrole cuidadosamente o papel manteiga. Espalhe a geléia em toda a superfície da bancada.

Enrole novamente, mas sem o papel manteiga.

Enrole o rolo em papel alumínio e aperte as pontas.

Leve à geladeira durante a noite. Decore o rolo com cobertura de morango ou qualquer outra fruta de sua preferência.

Receita de vídeo Rolo simples com geléia diminuir


Oferta variada de farinha

Você prefere fazer bolos e pão em casa ou costuma fazer panquecas? Então, certifique-se de sempre ter farinha para esses momentos. Certifique-se de ter em casa o maior número possível de tipos de farinha, para que possa diversificar de acordo com o preparo.

Na oferta da Kaufland, você pode encontrar o seguinte tipos de farinha:

  • Farinha superior tipo 000
  • Farinha de trigo branco tipo 650
  • Farinha de centeio
  • Farinha de Bolo Branco
  • Farinha de trigo duro para pizza ou massa
  • Farinha de trigo
  • Toda farinha de trigo
  • Farinha de trigo preto
  • Farinha sem glúten
  • Farinha multigrãos
  • Farinha premium (coco, cânhamo, amêndoa, grão de bico ou semente de linho)

Para não perder nenhuma oferta de farinha, subscreva a nossa newsletter, e todas as terças-feiras enviamos-lhe o catálogo semanal com todas as promoções em curso.


Cozinhe pão com sabor a baunilha e coco

Ingredientes

  • Para a folha de rolo (27/37 cm):
  • 4 ovos, médio
  • 1 pitada de sal
  • 8 colheres de sopa de açúcar
  • 2 saquetas de açúcar baunilha (8 gr / saqueta)
  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 160 gr de farinha
  • 50 g de coco ralado
  • Para creme de baunilha com coco:
  • 2 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 200 gr de açúcar
  • 3 sachês de açúcar baunilha e bourbon (8 gr / sachê)
  • 750 ml de leite
  • 110 gr de farinha
  • 100 gr de manteiga
  • 50 gr de coco ralado
  • 200 ml de creme líquido, adoçado
  • Para decoração:
  • 20 g de coco ralado
  • Margaridas napolitanas, decoração

Método de preparação

Prepare a assadeira de massa para o pãozinho com sabor de baunilha e coco

Ligue o forno a 180 graus.

Primeiro separe as claras das gemas. As claras são misturadas com uma pitada de sal até ficarem cristalinas. Aos poucos, adicione o açúcar e o açúcar baunilha e misture até obter um merengue firme. Adicione as gemas e o óleo e misture a composição. Em seguida, adicione a farinha, aos poucos e por fim, o coco. A massa para a folha de rolo é misturada levemente com uma espátula, de baixo para cima para mantê-la arejada.

Em uma assadeira untada com óleo e forrada com papel manteiga, estenda a massa para a assadeira e nivele.

Leve ao forno a bandeja com a massa para o rolo e deixe por 20-25 minutos ou até dourar bem.

Depois de assar, a superfície quente com o papel manteiga é virada sobre uma toalha úmida. Enrole e deixe esfriar embrulhado em uma toalha.

Enquanto isso, prepare o Cream Roll com sabor de baunilha e coco

Misture os ovos, o sal, o açúcar e o açúcar baunilhado em uma panela. Adicione o leite e a farinha e misture. Em seguida, adicione a manteiga em cubos e leve a panela ao fogo baixo. Mexa continuamente com um batedor de arame até o creme engrossar. Deixe esfriar bem e incorpore o coco. Adicione o creme líquido e misture até obter um creme homogêneo.

Desembrulhe a folha do rolo da toalha, sem retirar o papel manteiga que ficou por baixo. Espalhe metade do creme de baunilha com coco sobre a assadeira e enrole novamente, desta vez retirando o papel manteiga. Coloque o pãozinho em um prato e decore com o restante do creme, coco ralado e margaridas napolitanas.


Receitas fáceis de cristal

Criar cristais pode ser fácil para você! Aqui está uma coleção de receitas para experimentar os cristais mais leves.

Cristais de Bórax

O bórax é um produto químico vendido como reforço e para controle de insetos. Dissolva o bórax em água quente para produzir cristais durante a noite. Esses cristais crescem facilmente em tubos, então você pode fazer corações de cristal, flocos de neve ou outras formas.

Cristal Window Frost

Este projeto de cristal confiável cria cristais em minutos. Prepare uma solução de cristalização não tóxica que você limpa nas janelas, espelhos ou outras superfícies para produzir um "gelo" do cristal.

  • 1/3 xícara de sal Epsom
  • 1/2 xícara de água quente
  • 1 colher de chá de sabão líquido de lavar louça

Geladeira ace de vidro

Este projeto usa água quente da torneira, não água fervida, por isso é mais seguro para jovens cultivadores de cristal. Coloque a solução de cristal na geladeira e obtenha cristais de agulha brilhantes dentro de alguns minutos a algumas horas. É tão fácil!

  • 1/2 xícara de sal Epsom
  • 1/2 xícara de água quente da torneira
  • Corante alimentar (opcional)

Cristal de vidro geode

Geodos naturais levam milhares de anos para se formar, mas leva apenas alguns dias para fazer um geodo. Ele geode em carbonato de cálcio, que é simplesmente uma casca de ovo. Os cristais são lindos cristais cúbicos de sal. Você pode deixar os cristais naturalmente claros ou adicionar corantes.

  • casca de ovo
  • Sal
  • Água quente
  • Corante alimentar (opcional)

Cristais de sulfato de cobre

Os cristais de enxofre em cristais crescem facilmente, além de serem naturalmente azuis brilhantes com um objeto de cristal interessante. O sulfato de cobre está disponível online ou você pode encontrá-lo em algumas lojas que vendem raízes assassinas ou algicidas que usam sulfato de cobre como ingrediente principal.

Cristais leves de fosfato de amônio

Há uma razão pela qual o fosfato de monoamônio é o produto químico incluído nos kits comerciais de cristalização! O fosfato de amônio pode ser feito em qualquer cor e tem um interessante objeto de cristal.

Cristais de alumínio leves

Cristais de cobre são cristais transparentes que crescem em pirâmides e outros prismas. Um dos projetos mais populares é misturar alume e água e despejar a solução em uma pequena pedra para fazer "diamantes".


Nestor, Capșa, Angelescu, Zamfirescu, Union, Scala, Suchard. Estas foram apenas algumas das famosas confeitarias de Bucareste, onde o bom povo se divertiu no século XIX e na primeira metade do seguinte com delícias de chocolate, sorvetes ou uma “compota de limonada”.

O nome "confeitaria" vem de "confeitaria", uma palavra da antiga língua romena, tirada do idioma grego, que significava "doce, açúcar", e em determinado momento Bucareste foi até chamada de "a cidade da confeitaria", como eu diz a Kera Calița ot Jariștea Locantă.

A moda dos doces de Bizâncio turco - baclavas e sarails encharcados de mel, merda de Lokum e outras loucuras perfumadas - começou a desaparecer diante do chocolate e dos "doces" franceses. Em meados do século XIX, a confeitaria mais famosa era a "Giovanni". Pertenceu a um italiano e estava situada no umbigo da feira, na ponte Mogoşoaiei, mesmo em frente ao primeiro edifício do Teatro Nacional. "Elefterescu" confeitaria, diz Graziella Doicescu.

Anos mais tarde, depois de 1920, quando a cidade de Dâmbovița se tornara uma cidade europeia com nobreza, as confeitarias também acompanharam o novo ritmo, sendo duplicadas pelos cafés seletos onde sempre acrescentavam a protipendada para uns mimos.

No andar térreo do bloco de Mica ficava a prestigiosa confeitaria Nestor, que pereceu após o terremoto de 1977. Inicialmente, a confeitaria pertencia a um certo Sr. Cocărescu e o público era composto por empresários, mas especialmente por boemia literária. Eles falavam alto e os clientes frequentemente falavam de mesa em mesa. Era um público muito menos convencional do que Capsa. No andar de cima, a confeitaria parecia uma cervejaria elegante. Recebia a visita de cavalheiros bem vestidos, com bengalas e bengalas, vestidos pedantemente, com lenços no bolso do peito ou relógios de corrente suíça. Aqui serviam-se café-frappé e maçapão, com canudo grudado no vidro fosco da sonda, cerveja alemã e tcheca, vermute italiano e pernod francês, conhaque indígena, limão pressé e oranjada, como lembram testemunhas da época.

No local do Splendid Parc Hotel destruído em 1944, um bloco stalinista foi erguido nas décadas de 1950 e 1960, como parte do conjunto "R.P.R. Palace Square".

Apesar do ar sombrio dos novos edifícios circundantes, a respeitável Confeitaria Nestor, rebatizada de "República", permaneceu um templo de bolos e manteve a sua classe, decorada ao estilo dos cafés franceses, com paredes estofadas a veludo vermelho e móveis curvos de madeira.

Não só o ar da antiguidade tinha sido preservado, mas também o elegante repertório de bolos finos da galanteria do cristal, que levaram sua fama adiante, atraindo o povo de Bucareste que teimosamente carregava um pouco da elegância do passado, que - com todos a miséria da época nós - continuamos a vir aqui para tomar chantilly - café preto forte, feito no filtro -, acompanhando aqui as crianças que gostavam de alegres confeitarias, açúcar e rebuçados finos.

Bolo Mascote é uma especialidade de chocolate da época - uma espécie de trufas de chocolate. Foi encontrado nas grandes confeitarias de Bucareste, junto com cataifuri de creme, ofertas e outras maravilhas. Tanto os mascotes como os joffers são compostos por uma fina casca de chocolate crocante e um recheio clássico de ganache - um creme de chocolate preto fino e cremoso.

É elaborado com chocolate de qualidade, natas naturais, natas batidas e um pouco de manteiga. É incorporado a este creme cascas de laranja cristalizadas, passas embebidas em Grand Marnier ou Cointreau e outras frutas cristalizadas, por exemplo Cerejas Maraschino Vitrificadas. Os animais são do tamanho de trufas de chocolate.

Outra doce estrela do século passado que encontrei no Nestor's foi Os indianos na verdade, duas conchas redondas recheadas com chantilly e cobertas com o mesmo ganache de chocolate sublime.

Carolinas eram feitos de topos de biscoito, polvilhados com essência de rum, inseridos com creme de cacau com manteiga fria, guarnecidos com creme e chocolate ralado. Originalmente, eles foram uma invenção de Emil Frederic em sua confeitaria na Calea Victoriei, onde homenageava seus clientes com grandes bolos com creme misturado com frutas glaceadas, pistache e passas.

Notável foi o brilho multicolorido dos doces Nestor - rebatizados em homenagem à moda comunista de "doces republicanos" - com sabores e formas de frutas, rodelas de limão amarelo com verdadeiro sabor de limão, rodelas de laranja laranja, framboesas e pequenas amoras, vermelhas e violetas, peixe em formato de amêndoa brancos, cilíndricos "doces ingleses", com flores vazadas que podiam ser vistas no corte, como contas doces de Murano. Em seguida, os comprimidos batismais, ovais, brancos, rosa e azuis, de cores vivas, maçapões em forma de frutas com açúcar de confeiteiro transparente e brilhante, como vidro, frutas cristalizadas, castanhas glaceadas, fondants, chocolates de inúmeros tipos.

Um verdadeiro “paraíso infantil”, conclui Silvia Colfescu, evocando as delícias dos gelados: cataif, rocambole, Coupe Jacques, gelado de limão, chocolate ou gelado da época, com morangos, framboesas, damascos.

Şi excelenta cacao cu lapte,sau café frappéul, pahare înalte cu cafea filtru rece ca gheaţa, „în care înota o bilă mare de îngheţată de vanilie, încununată de frişcă". Multă, multă frişcă adevărată! Vechile serveuse cu șorțuri albe impecabil scrobite și bonete apretate la linie exclamau aprobator când se cerea frişcă la îngheţată: „Bine faceţi, fetelor, că landişaua e proaspătă!". Pentru că în frişcă se înfigeau trei pişcoturi subţiri, care-şi păstraseră numele franţuzesc, langues de chats.

Specialitățile de cofetărie erau pregătite după rețete vechi, adesea de către aceiași oameni din epoca anterioară lui 1948. Continua să se servească la Nestor profiterol, tort și merengue-glacé, krantz, parfait Marechal de cacao, aerat, fin și în același timp crocant, prăjituri Bibescu, cărora ulterior, ca să nu supere cumva urechile peceriștilor, li s-a spus „Tosca" – cu blat, fondant, cremă de cacao și un vârf generos din frișcă naturală, vanilată, în formă de spic de grâu-, pricomigdale, alune de pădure pudrate fin cu sare.

La parter se vindeau în cutii colorate bomboanele cu vișine, bețe trase în ciocolată și cognac, fructele confiate și fondante, își amintește nostalgic Silvia Colfescu.

După ce blocul în care se afla a căzut la cutremurul din 1977, cofetăria s-a mutat într-o laterală a clădirii hotelului Athenée Palace de peste drum, dar n-a rezistat mult: într-o zi, de care bucureștenii boemi își amintesc cu tristeţe, a dispărut pur şi simplu.

Se ducea cu ea o vreme în care „dacă voiai să te duci în vizită undeva şi să iei un lucru de calitate te duceai şi luai de la cofetăria Nestor, unde avea trufe, indiene, caroline, cataifuri, diplomaturi, bomboane de ciocolată cu coajă de portocale care erau excepţionale, langues de chats și fursecuri fine. Erau foarte multe prăjituri cu frişcă în perioada '60-'70 și ambalajele erau foarte luxoase, hârtia era elegantă, inscripţionată cu numele cofetăriei. Cred că bomboanele respective deja duceau undeva la 120-130 de lei kilogramul, ceea ce era mult pe vremea aceea", îşi aminteşte istoricul Dan Falcan.


Video: Karafka kryształowa Violetta - Helios Szkło (Agosto 2022).